Review: Creek Evolution 100CD

Quando a Audiolab lançou o 8200CD, este recebeu imensa atenção e vendas. Na altura os DAC USB estavam particularmente populares e Audiolab fez algo que era aparentemente simples: um bom leitor de CD, acessível, que combinava a função DAC USB e leitura de CD na mesma caixa.

Mais tarde, a Creek lançou o Evolution 50CD que apresentava essencialmente as mesmas características do Audiolab 8200CD mas para muitos tocava um pouco melhor. Dentro da sua classe de preço era um excelente candidato mas muito poucos incluiam entrada USB assíncrona, ótica e coaxial; pelo que também o 50CD recebeu excelentes críticas e tem sido um sucesso de vendas, dentro do panorama das decrescentes vendas de leitores de CD… (fyi em fase crescente encontram-se o vinilo e os serviços de cloud, como o Spotify e Tidal).

O mais recente leitor de CD concebido pela Creek é o Evolution 100CD. Se os leitores de 50CD e 8200CD estavam bem apetrechados de funções, o 100CD ultrapassa-as largamente. Inclui agora um recetor Bluetooth, uma saída para auscultadores de alta qualidade, baseada no excelente OBH-21 MK2 (PVP: 440€), e ainda um controlo de volume permitindo ligar o leitor diretamente a etapas de potencia.

Review hifipig

 

Audição

Comparando diretamente com o Evolution 50CD, as diferenças são audíveis nos primeiros segundos. Todos os parametros são elevados a um nível superior, tanto na leitura de CD como usando PC via USB. A música aparece de um fundo escuro, com dinamica e detalhe que se aproxima de leitores high-end. A precisão temporal já permite obter a expressão artística dos interpretes de forma minimamente realistica (o que é raro nesta gama de preços). Comparando com um Primare CD32… A decisão é difícil. Talvez o Primare consiga uma ligeira vantagem, sem que seja óbvia. No entanto, em termos de funções, o Primare é completamente espartano. Continua a ser a referencia nesta gama de preços mas faz apenas e só leitura de CD. O Evolution 100CD é também mais barato (PVP: 1950) do que o Primare CD32 (PVP: 2490€).
Comparando com o Esoteric K-07, as diferenças já se começam a notar de forma óbvia (embora a maior diferença de todas neste comparativo é decididamente entre o 50CD e o 100CD) mas é normal…K-07 já custa uns expressivos 6800€ PVP.

Fizémos também audição de auscultadores com uns Grado SR60i e uns PSB M4U-1 e confirma-se como uma solução excelente. Será necessário subir imenso a fasquia de qualidade e orçamento, tanto em auscultadores como amplificador para se conseguir melhor. Isso é obviamente notório quando comparamos com o conjunto amp+auscultadores STAX SRS-3170. Já agora, se ainda não ouviu os STAX… O que está à espera?

creekevolution100cddemo2

Sistema com iEAST (p/ TIDAL), Creek Evolution 100CD, STAX SRS-323S + STAX SR-307, Grado SR60i, PSB M4U-1

 

Resumo

Se o Creek Evolution 50CD já era um bom leitor na sua gama de preços, o 100CD não é apenas um melhoramento do 50CD. É uma máquina totalmente diferente para melhor. A diferença de preço entre os dois (700€) oferece um incremento de qualidade raro em alta-fidelidade. Na minha opinião compensa inteiramente o esforço financeiro adicional relativamente ao 50CD, ou  a qualquer leitor no intervalo de 1000-1500. Se tem um orçamento até 3000€ aconselho a experimentar seriamente o 100CD. Se já possui um 50CD, ou outro leitor, e pretende fazer um upgrade, contacte-nos para a retoma do mesmo.

 

Novidade: Synthesis Roma 96DC+

Com grande antecipação aguardamos a chegada da última criação do Luigi Lorenzon da Synthesis, Art di Music.

newsynthesisroma96dc

 

Trata-se de um puro classe A com 25W usando uma das nossas favoritas, as EL34. Inclui também entradas digitais e pré-phono MM. Tenho poucas dúvidas que será um companheiro ideal para boas colunas e amantes de música. Como sempre, os Synthesis apresentam um design ambicioso e construídos artesanalmente em Morrovalle, Italia.

Fizémos um esforço para colocar um preço acessível de modo a dar o maior acesso possível a esta alta-fidelidade de qualidade.

PVP: 1790€ (DC+ c/ entradas digitais), 1560€ (DC s/ entradas digitais)

newsynthesisroma96dcback

 

 

 

Promoção Yamaha RX-A3050

A Yamaha descontinuou o RX-A3050 para dar lugar ao RX-A3060. Isto representa uma oportunidade de adquirir um o topo de gama RX-A3050 novo a preço de saldo.

yamaha-rx-a3050promo

Especificações:

Receiver A/V 9.2. Série Aventage.
UHD Passthrough e Upscaling. 4K60p 4:4:4
2x150W (8 ohms, 20 Hz-20 kHz, 0.06% THD). Conversor ESS SABRE32 ES9006 DAC para todos os canais
Compatível com DSD
HMDI 8/2. DTS:X, DTS-HD Master Audio, Dolby Atmos, Dolby TrueHD
Pré-out 11.2. Wi-Fi, Airplay, Bluetooth.

PVP: 2369€
Preço promocional: 1670€

 

Reviews:

AVFORUMS

HomeTheater HIFI

 

 

Em demonstração: Optoma HD90+

Aproveite para conhecer o Optoma HD90+

optomahd90+

O HD90+ não usa lampada, garantindo 20 000h de funcionamento sem degradação da imagem, graças a iluminação LED. Também não tem tempo de aquecimento, estando pronto a operar um segundo depois de ligar.

 

Especificações:

Tecnologia: LED DLP™ – FULL HD 3D  (1920 x 1080)
Brilho: 1600 ANSI Lumens
Contraste: 600.000:1 contraste dinamico
Lente: 1.22 – 1.52:1 (Lente Shift vertical ±60º e horizontal ±10º)
Duração: 20.000 horas
Peso: 6.5Kg
Garantia 3 Anos (Com recolha e entrega)

PVP: 3759€

Em demonstração: Luxman L-505uX

Em rodagem temos o Luxman L-505uX. Amplificação ‘à moda antiga’, no bom sentido.

Quem não gosta de vuímetros?

 

LuxmanL-505uXdemo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

lux00002_20130729123501_6Especificações:

2x100W (8ohm) classe A/B parallel push-pull.

Frequencia de Resposta 20Hz-100KHz (+0, -3.0dB)

Sensibilidade de entrada / Impedancia: Phono (MM): 2.5mV / 47KΩ, PHONO (MC): 0.3mV / 100Ω, LINE: 180mV / 47KΩ

Bi amplificação, pre-phono MM/MC, 22Kg.

PVP: 4400€

 

 

 

 

 

Novidades: GoldenEar, Paradigm e Lumin

goldeneartriton3+Estão disponíveis para audição as novíssimas Goldenear Triton3+.

A GoldenEar tem dado que falar após ter lançado a gama Triton com um conjunto de tecnologias inovadoras no panorama da alta-fidelidade.

As Triton3+ contam com um tweeter de fita e uma unidade de médios de 4.5″. Para reprodução de graves possuem uma woofer quadrático impulsionado por um amplificador interno DSP com 800″. Este woofer atua em conjunto com dois woofers passivos situados na base da coluna aproveitando a proximidade do chão para maximizar o ganho de frequencias baixas.

Surpreendentemente, tudo isto é conseguido de forma coerente sem que se distingam os sons de cada drive obtendo apenas música.

goldeneart3+

 

Especificações:

Impedancia: 8ohm
Freq. Resp.: 21Hz-35KHz
Sensibilidade: 90dB
PVP: 2600€

 

 

Também disponíveis para audição temos as Paradigm Prestige 15B e também o Lumin M1.

Paradigm+LuminAs Paradigm 15B são colunas monitoras de referencia com um PVP de 929€.

 

O Lumin M1 é um sistema pronto-a-tocar usando a tecnologia de streaming de vanguarda da Lumin e junta um amplificador 2x60W DSP. Suporta até DSD128 5.6MHz, Tidal e Qobuz nativos.

PVP: 2980€

 

 

 

Temos mais novidades que iremos anunciar em breve. Visite-nos.

 

Gustavo Rosa

Em demonstração: STAX Earpeakers

A Stax não lhes chama auscultadores/headphones mas sim earspeakers. Eles constroem auscultadores que reproduzem o som através de uma única membrana de mylar conduzida eletroestáticamente.

A primeira vez que ouvi conjuntos STAX (infelizmente) foi no Audioshow 2016 – ver aqui. Fiquei imediatamente rendido à sua qualidade. Apesar de qualquer conjunto STAX (amplificador + auscultadores) custar sempre acima de 1000€, na minha opinião, musicalmente nenhum sistema audio com colunas se chega minimamente perto. São por isso opções excelentes para os insaciáveis melómanos, especialmente quando as regras da casa ditam o silencio.

 

staxdemo1

Em demonstração encontra-se o conjunto STAX SRS-3170 , composto pelo amplificador SRS-323S e auscultador SR-307. Apesar de serem os auscultadores mais baratos da marca, já permitem perfeitamente dar a ideia do que é o som STAX. A não perder.

 

Acabado de chegar: PASS INT-250

 

IMG_2396

 

IMG_2404O PASS INT-250 e o INT-60 são as últimos lançamentos à linha de produtos da Passlabs, e uma estreia em Portugal.

Depois de pegar nos seus dolorosos 48kg, está na altura de começar a rodagem. As fotografias não fazem muita justiça à beleza do acabamento nem do seu tamanho. Como toca? É cedo para dizer mas acabado de sair da caixa já delicia.

 

 

IMG_2399

Ao lado do Creek OBH-15

Especificações:

Ganho 29/35dB
Potencia: 250/500W (8/4 ohm)
Pura Classe A até aos 15W
Dimensões: 48 x 23 x 54 cm
Peso: 48kg
 

 

Highend na VilaSound – Raidho, V-Acoustics e Monitor Audio Platinum II

 

Nas próximas semanas não perca a oportunidade de ouvir as Raidho D1.1 (colunas monitoras) e as novas Monitor Audio PL200 II.

IMG_2386

O sr Delfin Yanez (Delaudio) tirou um mes de férias e enviou grande parte da Delaudio para a VilaSound. As D1.1 e as PL200II “encaixam” aqui na perfeição e são autenticos tomba-gigantes do highend audio. As PL200 II são monstros de dinamica, impacto e definição – Uma experiencia inesquecível.

As Raidho D1.1 são capazes de mudar a nossa definição de “som highend” pois são capazes de uma precisão temporal, definição e ausencia de distorção que estabelecem novas referencias nas nossas gravações preferidas. São imbatíveis em mostrar a qualidade artística dos interpretes.

 

Monitor Audio PL200 II

mapl200Resposta: 35Hz-100kHz
Sensibilidade: 90dB
Impedancia nominal: 4ohm
Impedancia mínima: 4ohm
Amplificação recomendada: 100-250W (RMS)
Dimensões: 1043 x 360 x 375mm
Peso: 36kg

PVP: 8799€

 

Raidho D1.1

raidhod11

 

Resposta: 50Hz-50kHz
Sensibilidade: 85dB
Amplificação recomendada: >50W
Dimensões: 200 x 360 x 410mm
Peso: 12.5kg

PVP: 15600€

 

 

 

 

 

 

IMG_2391Juntámos ao Esoteric K-07x o relógio (Master Clock) V-Acoustics VA MCLK 01.

Fabricado em Portugal por portugueses, o VA MCLK permite estabilizar o sinal de clocking com ultra-precisão. Neste caso, sendo um sinal mais estável do que o interno do Esoteric K-07 (e provavelmente mais estável do que o sinal interno de qualquer leitor do mundo), o transporte e conversão digital da música é feita com muito maior rigor temporal. O resultado: o melhor mesmo é vir cá experimentar pois por mais que eu descreva vai soar sempre exagerado (“como é que um “relógio” pode fazer tanta diferença?”).

 

O VA MCLK a ajudar o Esoteric K-07x, e as Raidho D1.1 amplificadas pelo fiel GamuT Di150 resultam num sistema de referencia capaz de se superiorizar a muitos sistemas incrivelmente mais caros, pelo menos para o meu ouvido.

 

 

 

 

 

 

Comparativo amplificadores 2000-3000€

O trabalho para a tarde de hoje foi comparar estes amplificadores:

IMG_2379

 Roksan M2, Plinius Inspire 980, Hegel H160, Synthesis Roma 753AC, Primare A34.2

 

…a tocar com as novas Dynaudio Excite X38:

IMG_2380Especificações:

3 vias
Sensibilidade:88 dB (2,83 V/1 m)
IEC Power Handling:>250 W
Impedancia: 4 Ohms
Freq Resp:34 Hz – 23 kHz Bass Reflex Rear Ported Peso: 23,0 kg
Dimensões: 20x102x30cm

PVP: 3000€

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As colunas, como já me habituou a Dynaudio, são excelentes. Qual foi o amplificador eleito? Eu tenho um vencedor claro. Alguém adivinha?

 

Gustavo Rosa