«

»

Set 12 2017

Review: Auscultadores Meze 99 Classics

Para os mais desatentos, a Meze Audio é uma empresa recente que dedicada à construção de auscultadores que têm vindo a ganhar prémios atrás de prémios (A’ Desing Competition Award, Golden Ear Highly Recomended, InnerFideliy’s Wall of Fame, HiFi Choice Group Test Winner, HiFi+ Awards, …a lista continua). Foi com grande antecipação que recebi os Meze 99 Classics e depois de os testar percebi que excediam as minhas expectativas. Não costumo criar muita antecipação por um produto apenas porque é bem visto pelas revistas da especialidade. Neste caso, as reviews e opinião dos utilizadores e vendedores em geral eram demasiadas e demasiado boas para não ficar otimista em relação à sua performance. Ainda assim, e mesmo saídos da caixa sem qualquer rodagem, fiquei muito surpreendido com a qualidade do som.

Meze 99 Classis em Walnut Gold

Meze 99 NEO

Self-adjusting

Em primeiro lugar, são muito bem construídos. As esponjas revestidas em pele acentam muito confortavelmente à volta da orelha sem lhes tocar. O ajuste à cabeça é feito de forma automática (self-adjusting – ver imagem) e muito eficiente permitindo um conforto elevado e uma insonorização muito boa. Esteticamente, os auscultadores são muito bonitos, talvez bonitos demais para certas cabeças e utilizações… A Meze pensou nisso e lançou os Meze 99 Neo, com menos bling.

 

A Construção

Os Meze 99 têm como base as ‘conchas’ em madeira de nogueira maciça maquinada em CNC. Nelas são instalados ímans de neodímio a controlar um diafragma de mylar. Todos os componentes são isolados sem plásticos nem colas. Isso significa que o equipamento é feito para durar, fácil de substituir peças e com um aspeto premium. A madeira utilizada é de nogueira verdadeira e não MDF com folha de madeira. Dois aros metálicos unem as conchas de madeira e no meio uma banda auto ajustável. Um design tão simples e eficaz só se consegue com muito trabalho e estudo.

O Som

Tenho habitualmente preferencia por auscultadores abertos. Os melhores auscultadores que já ouvi (os Stax, Pioneer SE-Master1, Grado GS1000) são abertos. Os auscultadores fechados têm tendencia para soarem ‘presos’ e ‘boxy’ como se o som estivesse a ser produzido dentro de uma caixa fechada – e está. E normalmente, para não soarem assim precisam de ser mais caros (e competir à mesma com os melhores auscultadores abertos). Ainda assim, os auscultadores fechados são por vezes uma necessidade, dado que permitem insonorizar o exterior do interior e vice-versa. Um bom design deverá usar a caixa fechada em sua vantagem e penso que a Meze acertou aqui em cheio. Os Meze 99 Classics não soam nada presos nem boxy. Apresentam-se imediatamente com um som divertido e excitante. Um grave profundo, articulado e viciante. Na faixa do Ed Sheeran – I See Fire, ouvi um grave que nem sabia que existia e uma dimensão/peso da música que a tornam afinal muito mais interessante do que eu imaginava. A voz é bem clara, definida e dinamica, por cima de um grave cavernoso e musical. Não creio que são auscultadores com demasiado grave a la Monster Beats. Estão na dose certa na minha opinião, apenas são muito mais profundos do que o habitual, sem as desvantagens que normalmente vêm acompanhadas com isso: som ‘encaixotado’ e pouco claro.

 

Eles aguentam-se quando se puxa pelo volume, sem se sentir compressão ou cansaço. Não acho justo apontarem-se defeitos a estes auscultadores, considerando o seu preço. Se fôr piquinhas diria que a gama média-grave é um ligeiramente mais baixa relativamente às restantes e que o cabo dos auscultadores é microfónico, ou seja, transmite som para os auscultadores quando batemos nele. Ninguém é perfeito…

Os Meze 99 beneficiam de bons DACs/amplificadores audiófilos (quem não beneficia?) mas mesmo com um telemóvel ou portátil conseguímos tirar partido deles.

Os Meze 99 Classics querem apresentar-se como os melhores auscultadores fechados do mercado, na sua gama de preços. Não posso discordar desta apresentação e são seguramente os melhores que já testei à volta dos 300€ (abertos ou fechados).

 

Especificações

Ear-cups: Madeira nogueira
Tipo de transdutor: Mylar controlado por iman de neodímio
Tamanho do transdutor:  40mm
Frequencia de resposta:: 15Hz – 25KHz
Sensibilidade: 103dB a1KHz, 1mW
Impedância: 32 Ohm
Potencia máxima admitida: 50mW
Cabo destacável em OFC com revestimento em Kevlar
Peso: 260g
PVP: 309€

 

——————–
Gustavo Rosa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>